Cristão tem braços decepados após recusar se converter ao islamismo, no Paquistão

De acordo com Associação Evangélica de Desenvolvimento Legal (LEAD), Aqeel Masih - que trabalhava em um posto de gasolina próximo à sede da 'LEAD' de Lahore - foi sequestrado por extremistas islâmicos, antes de ter os dois braços decepados.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Quinta-feira, 14 Julho de 2016 as 2:15

Cristãos protestam contra a perseguição religiosa no Paquistão. (Foto: Reuters)
Cristãos protestam contra a perseguição religiosa no Paquistão. (Foto: Reuters)

Um homem cristão de Lahore (Paquistão) teve os braços decepados após se recusar a negar o nome Jesus para se converter ao islamismo, enquanto estava sob controle de extremistas.

De acordo com Associação Evangélica de Desenvolvimento Legal (LEAD) - uma organização cristã do Paquistão - Aqeel Masih, que trabalhava em um posto de gasolina próximo à sede da LDA de Lahore - foi sequestrado por extremistas islâmicos, antes de ter os dois braços decepados.

"Os extremistas o pressionaram para que ele abandonasse o cristianismo e se convertesse ao islamismo", disse o coordenador da Associação. "Aqeel, no entanto, não renunciou à sua fé cristã e se recusou a atender à ordem dos sequestradores. Após a atitude do cristão, os extremistas cortaram seus dois braços e fugiram do local do crime".

Masih já teria apresentado anteriormente, uma queixa contra os extremistas. Na última quarta-feira (13), ele apareceu na delegacia de Ghalib, onde a polícia o afastou dos repórteres para não dar entrevistas.

Enquanto isso, um investigador da polícia disse ao jornal 'The Nation', que três suspeitos estão detidos, mas o funcionário negou a hipótese de que eles extremistas islâmicos e que o crime tenha sido cometido por motivações religiosas.

Em vez disso, o policial Ammara Athar declarou que a polícia acredita que os braços de Masih foram "decepados em um acidente de trem".

"As evidências circunstanciais não suportam as reivindicações da vítima. Aparentemente, o homem perdeu seus braços em um acidente de trem", disse Athar. "Ainda temos que testemunhar a reivindicação de Aqeel. acreditamos que os braços tenham sido decepados em um acidente de trem".

O jornal 'The Nation' relatou que fontes da polícia disseram que Masih é um "viciado" e que devido a uma overdose de drogas se aproximou do do trem que cortou seus braços.

veja também