Cristãos oram durante ataque e leões os livram de terroristas, na Ásia

Os cristãos estavam reunidos na casa de um pastor, na floresta, quando o local foi invadido por terroristas. Os leões surgiram após os crentes clamarem a Deus.

fonte: Guiame, com informações da Bíblias para o Oriente Médio

Atualizado: Terça-feira, 18 Abril de 2017 as 11:41

Leão. (Foto: Wallpapers)
Leão. (Foto: Wallpapers)

Como se não tivesse testemunhos suficientes de livramentos para compartilhar, o pastor Paul - diretor da organização missionária Bíblias para o Oriente Médio - tem visto e sentindo a mão de Deus o proteger constantemente, de forma sobrenatural e inexplicável.

Paul já havia sobrevivido a um apedrejamento, liderado por extremistas, após ele realizar uma cerimônia com diversos batismos em uma igreja do sul da Ásia. Enquanto se recuperava de uma cirurgia de emergência, hospedado na casa de seu amigo, Pastor Ayoob, terroristas que já o perseguiam há tempos descobriram seu "esconderijo" e acabaram ameaçando a todos os que participavam da reunião.

"Meu Senhor ressurreto Jesus Cristo salvou minha vida mais uma vez, e eu louvo e agradeço a Deus por Sua graça indescritível! Certamente não sou digno disso", afimou pastor Paul em um testemunho enviado para o site oficial de seu ministério.

Mesmo a casa sendo escondida na floresta, os terroristas conseguiram chegar ao pastor ferido, devido às visitas que ele recebia de outros cristãos para orar com ele.

"Os crentes me visitavam secretamente nesta casa da floresta e realizávamos reuniões de oração juntos. Fiquei lá por cerca de três semanas", explicou.

"No domingo passado [16 de abril, domingo de Páscoa], estávamos no meio de nossa reunião de oração com o Pastor Ayyoob liderando. De repente, um grupo de terroristas chegou à casa. Eles estavam armados com barras de aço e outros objetos para nos machucar. Não tínhamos ideia do que fazer naquele momento", contou.

Paul contou que o pastor Ayyoob morava naquela casa, com a esposa, duas crianças pequenas e sua mãe, de 80 anos. Naquela reunião de oração, também havia outros dois cristãos que apareceram para participar daquele culto de oração.

Paul confessou que naquele momento, o medo e a tensão se abateram sobre todos na casa. Porém decidiram não se intimidar e começaram a orar e cantar a Deus.

"Perdendo todas as esperanças, pensamos que aquele certamente era o nosso último dia. As crianças que estavam conosco começaram a chorar", relatou. "Todos nos unimos de mãos dadas e repetidamente louvávamos e agradecíamos ao nosso Senhor Jesus Cristo. Nós também continuamente clamamos pelo sangue de Jesus Cristo como nossa vitória. A mulher grávida sofria com dores, mas juntou-se a nós em nossos louvores ao Senhor".

O que aconteceu em seguida foi algo surpreendente para todos os que estavam naquela casa. Leões saíram do floresta e atacaram os terroristas

"Oh, Senhor Jesus! Louvado seja o Seu Santo Nome. De forma completamente inesperada, um leão correu de dentro da floresta, saltou sobre os militantes e agarrou um deles pelo pescoço. Quando os outros combatentes tentaram atacar o leão, mais dois leões correram em direção a eles", relatou.

"Os militantes aterrorizados fugiram do local e os leões também sairam dali, sem fazer nada contra nós", acrescentou.

Pastor Paul também lembrou que, "o mais surpreendente é que, segundo registros, leões nunca haviam circulado por aquela floresta".

Devido à pressão das autoridades, Pastor Paul e a família de Ayyoob tiveram que deixar a casa da floresta, após a tentativa de ataque dos terroristas.

 

*Os locais específicos das ocorrências não foram informados pela organização missionária, devido aos riscos de morte que os pastores e suas famílias continuam enfrentando.

veja também