Cristãos são acusados de corromper a cultura do Nepal, em campanha promovida por hindus

Cartazes espalhados pelas cidades do país levam mensagens como: "Isso é algo que os estrangeiros trouxeram. Isto está minando nossa nação. Isso está minando nossa cultura."

fonte: Guiame, com informações de Mission Network News

Atualizado: Quinta-feira, 15 Outubro de 2015 as 5:30

O cristianismo é visto como uma religião estrangeira no Nepal. (Foto: Christian Today)
O cristianismo é visto como uma religião estrangeira no Nepal. (Foto: Christian Today)

Os cristãos estão sendo responsabilizados por corromper o Nepal em uma campanha de difamação promovida por um grupo radical do hinduísmo no país. 

Segundo explica Todd Nettleton, porta-voz da organização americana Voz dos Mártires, o cristianismo é visto como uma religião estrangeira no Nepal. Cartazes espalhados pelas cidades do país levam mensagens como: "Isso é algo que os estrangeiros trouxeram. Isto está minando nossa nação. Isso está minando nossa cultura."

No cerne da questão, a Assembléia Constituinte rejeitou a proposta que estabelece o Nepal como uma nação hindu, e redigiu uma nova constituição que o determina como uma nação secular. A decisão foi recebida com indignação e violência por parte dos nacionalistas hindus. 

"Duas igrejas foram bombardeadas. Felizmente, as bombas explodiram tarde da noite, e ninguém estava lá, ninguém se machucou. Na terceira igreja, uma bomba foi plantada, mas não explodiu", relata Nettleton. "Ambas as igrejas sofreram danos estruturais. A terceira, no entanto, teve a bomba retirada pela polícia, mas infelizmente ela explodiu na delegacia e um policial foi ferido."

Nos locais dos ataques, os agressores extremistas deixaram panfletos com mensagens anti-cristãs, apelando à conversão de líderes cristãos ao hinduísmo e indicando que a cristianização do Nepal estava acontecendo com o apoio de nações estrangeiras. 

"Também vimos fotos circulando pelo Nepal de Bíblias sendo queimadas nos locais onde igrejas foram bombardeadas", diz Nettleton. "Havia folhetos de radicais hindus que basicamente diziam: 'O Nepal é uma nação hindu. Se você não é um hindu, você não é bem-vindo aqui.'"

Os folhetos também advertiam o governo nepalês a tomar medidas ou o grupo iria começar sua própria campanha. A mensagem também alerta missionários cristãos a deixarem o país. 

veja também