Da prisão, cristão envia carta agradecendo pelo apoio que tem recebido

Jaime Tenorio foi preso em 2011 por acusação injusta

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 22 Abril de 2014 as 12:16

Jaime TenorioDepois de ter ajudado uma mulher cristã que lutava contra líderes tribais Nasa que tentavam levar suas vacas, falsamente acusando-a de ter roubado deles. Na confusão resultante, alguém bateu em Jaime. Em autodefesa, ele reagiu, o que resultou em autoridades tribais acusando-o de tentativa de homicídio. Ele foi condenado a 20 anos de prisão.

Cristãos indígena colombiano, Jaime Tenorio permanece prisão de segurança máxima em Popayan, desde 2011.

Milhares de cartas foram enviadas pela Portas Abertas a Tenorio. Escritas por cristãos de todo o mundo, as cartas relatam aprendizados graças ao testemunho dele.

Recentemente quem escreveu uma carta foi o próprio Tenorio. Ele enviou a carta a Portas Abertas frisando a necessidade de ajuda e agradecendo.

"Com todo o respeito, eu gostaria de lhes agradecer tanto pelo gesto de apoio espiritual como o suporte físico que vocês têm me enviado. Além disso, [eu mando] saudações aos irmãos e irmãs em outros países: Malásia, Austrália, Holanda, França (...) Nesses momentos difíceis em que eu estou vivendo, eu preciso de apoio moral e material para mim e para minha família."

A Portas Abertas tem prestado apoio financeiro para Jaime, vendendo o artesanato que ele faz enquanto está na prisão. O ministério também tem ajudado a sustentar sua esposa Marleny e seus três filhos mais jovens: Faiber, Luz Sneidy e Carol.


com informações da Portas Abertas

 

veja também