Diretor de escola cristão é espancado por professores muçulmanos no Paquistão

Os professores ameaçaram e pressionaram Azam a pedir demissão, argumentando que se ele quisesse permanecer na liderança, deveria trabalhar de acordo com suas instruções. Azam se recusou a aceitar suas exigências e foi severamente espancado.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 7 Outubro de 2015 as 4:40

Cristãos perseguidos no Oriente Médio. (Foto: AFP/ Arif Ali)
Cristãos perseguidos no Oriente Médio. (Foto: AFP/ Arif Ali)

Um diretor escolar cristão foi atacado por colegas de trabalho muçulmanos que se recusaram se submeter à sua liderança no Paquistão. O conflito aconteceu nesta segunda-feira (5) em uma escola da aldeia de Pernawa.

Os professores muçulmanos agrediram Saddique Azam verbal e fisicamente. "Você é Cristão e 'Choora', então como você pode ser o nosso diretor e líder?", disseram a ele. "Choora" é um termo depreciativo usado para descrever os cristãos no Paquistão.

Os professores ameaçaram e pressionaram Azam a pedir demissão, argumentando que se ele quisesse permanecer na liderança, deveria trabalhar de acordo com suas instruções. Azam se recusou a aceitar suas exigências e foi severamente espancado.

A polícia foi acionada e três professores foram presos. No entanto, as autoridades estavam relutantes em enviar um relatório do incidente e nenhuma acusação formal foi feita.

O cargo na diretoria estava sendo disputado há três meses. A promoção de Azam ainda precisa ser reconhecida pelo departamento de educação oficial.

veja também