Em diversos países, a liberdade religiosa não passa de ilusão e manobra política

Em certas regiões, a liberdade existe na teoria mas não na prática

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Quinta-feira, 1 Outubro de 2015 as 4:30

Religião
Religião

Ser preso e deportado é algo comum a um cristão que esteja envolvido com evangelização na Arábia. A verdade é que a expressão de liberdade religiosa através de doação de terras para a construção de igrejas não passa de manobra política e estratégica.

Sete anos de prisão pode ser a pena no Catar por proselitismo. Na categoria 'trabalhadores migrantes cristãos' o nível de pressão também pode variar. Se o trabalhador não rende muito ou possui uma baixa qualificação, ele recebe um tratamento muito pior do que os expatriados do mundo ocidental.

Mas na Ásia e África os imigrantes são maltratados independentemente de religião. O agravante de o migrante ser cristão é ser prejudicado quanto a estadia no país, e ser forçado pelos demais cidadãos para se converter ao islamismo.

E o Golfo concedeu uma medida relativa para a liberdade religiosa para cristãos migrantes, não por bondade, mas porque a imagem pública tem uma grande importância para ele.

 

veja também