Em Evin, no Irã, cristão é libertado da prisão

Em Evin, no Irã, cristão é libertado da prisão

Atualizado: Segunda-feira, 17 Março de 2014 as 11:20

Cristão liberto no IrãNo dia 2 de março, Sevada Aghasar, um cristão armênio-iraniano, foi libertado da prisão de Evin, no Irã, sob pagamento de fiança.
 
Ele havia sido preso em agosto de 2013, junto com os cristãos Masoud Mirzaei e Ebrahim Firouzi, e passou mais de seis meses detido.
 
Os três estavam reunidos no escritório de Mirzaei, em Karaj, quando autoridades de segurança, à paisana, invadiram o escritório e os prenderam sem a apresentação de um mandado.
 
Apesar de nunca ter sido oficialmente acusado, acredita-se que sua prisão esteja ligada ao seu contato via web com cristãos de língua farsi.
 
Ebrahim Firouzi foi condenado pelo Tribunal Revolucionário de Robat Karim a um ano de prisão e dois anos de exílio por propaganda contra o regime islâmico, por iniciar e liderar grupos de evangelismo, por entrar em contato com agentes antirrevolução fora do país e lançar um site cristão.
 
Masoud Mirzaei, o outro cristãos que também havia sido preso foi libertado recentemente.
 
A pressão constante em igrejas iranianas e, especialmente, cristãos convertidos de língua farsi é uma violação direta e sistemática dos Direitos Humanos. Embora o governo afirma garantir liberdade religiosa, a perseguição aos cristãos só aumenta.
 
 
com informações da Portas Abertas
 

veja também