Em reunião da ONU, Dilma deve frisar que o Brasil está aberto para receber refugiados

Parte do discurso da presidente será dedicado à atual crise de refugiados no mundo

fonte: Guiame, com informações da Folha de S. Paulo

Atualizado: Quarta-feira, 23 Setembro de 2015 as 9:58

Dilma Rousseff
Dilma Rousseff

Na próxima segunda-feira (28), junto a todos os Estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas), em assembleia geral, em Nova York, Dilma Rousseff vai dedicar parte de seus discurso à crise de refugiados.

Ela deve ressaltar que o Brasil está aberto para receber e acolher refugiados, lembrando que o país tem tradição em receber imigrantes.

Desde setembro de 2013, mais de 7.700 vistos especiais foram emitidos para pessoas fugindo da guerra. Dilma deve destacar a decisão do Conare - Comitê Nacional Para REfugiados, desta segunda-feira (21), de prorrogar as regras que facilitam o ingresso de sírios no Brasil.

Com a decisão, o Brasil, a concessão de documentos aos refugiadoss sírios é facilitada.

Uma das organizações que tem mantido um projeto com refugiados é a Missão em Apoio à Igreja Sofredora (MAIS) que, em parceria com igrejas locais, acolhe famílias sírias no Brasil.

 

veja também