Ensinamentos de morte a não-muçulmanos chegam ao ensino público na Indonésia

Novidade gera preocupação a respeito da influência do Estado Islâmico no país

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Quarta-feira, 25 Março de 2015 as 3:39

Livro _ imagem ilustrativa
Livro _ imagem ilustrativa

"As pessoas que adoram outro deus que não seja Alá (não-muçulmanos) devem ser mortas." É isso que diz um livro de assunto religioso usado em uma escola secundária em Java Oriental, na Indonésia.

Esse e outros princípios do islã fundamentalista , semelhantes aos defendidos pelo Estado Islâmico, são ensinados em escolas públicas do país. Embora ensinos fundamentalistas sejam comuns em internatos islâmicos, essa é a primeira vez que é noticiada sua chegada a escolas do governo.

A novidade levanta uma preocupação a respeito da infiltração do Estado Islâmico no sistema de ensino do país.

"Estes livros podem impulsionar ainda mais a propagação do extremismo no país", disse Sidney Jones, especialista em terrorismo.


.

veja também