Escola cristã é atacada por multidão islâmica extremista em Bangladesh

Doze funcionários foram espancados

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 16 Dezembro de 2014 as 3:31

Bangladesh_escolaA Kim Steve Mission School, escola localizada na cidade de Konabari, em Bangladesh, foi atacada por uma multidão de extremistas islâmicos no dia 5 de novembro. A informação é de que quase 200 pessoas formavam o bando.

Acredita-se que o ataque tenha sido em resposta a moradores que ficaram indignados com os rumores que indicam que a escola forçava crianças muçulmanas a se converterem ao cristianismo.

Doze dos 14 funcionários da escola foram espancados. A professora Sumitra Kunda, 25, sofreu uma lesão grave na cabeça. Outro professor, John Prokash Sarker, disse que conseguiu fugir de seis estudantes das madrassas, armados com facas e facões, depois de ser forçado a sair de sua sala de aula.

À World Watch Monitor, o chefe administrativo do distrito de Gazipur disse que a informação da conversão dos alunos é falsa. "Eu conversei com muitos moradores do local e eu não encontrei veracidade da alegação reivindicada pelos professores das madrassas de que a escola está convertendo os estudantes pobres ao cristianismo", disse Nurul Islam.


com informações da Portas Abertas

 

veja também