Estado Islâmico executa mais 300 membros de minoria religiosa no Iraque

Vítimas yazidis são consideradas infieis pelos jihadistas

fonte: Guiame, com informações da BBC e publico.pt

Atualizado: Segunda-feira, 4 Maio de 2015 as 9:34

Yazidis são minoria religiosa no Iraque
Yazidis são minoria religiosa no Iraque

Mais de 300 prisioneiros da minoria religiosa Yazidi foram executados pelo Estado Islâmico no Iraque, possivelmente na sexta-feira (1).

Osama al-Nujaifi, vice-presidente do Iraque, classificou o massacre como 'bárbaro e horrífico'. Hassan Khallo, dirigente do Partido Democrático do Curdistão, declarou que entre as vítimas estavam crianças, mulheres e idosos. “Os rebeldes levaram-nos para o local e mataram-nos todos juntos. E, além dos yazidis, também mataram prisioneiros xiitas”, relatou.

A fé dos yazidis incluem itens de diversas religiões e, também por isso, são considerados infieis pelos fundamentalistas islâmicos, que têm o objetivo de estabelecer um califado na Síria e no Iraque.

Tempos atrás, o exército iraquiano, junto com milícias aliadas, retomaram algumas regiões dominadas pelo Estado Islâmico, mas há informações de que muitas áreas ainda permanecem sob o poder do jihadistas.

Muitos iraquianos, principalmente os que pertecem a minorias religiosa, inclusive os cristãos, continuam sofrendo com as ações do Estado Islâmico. A Igreja precisa permanecer em oração.

 

veja também