Estado Islâmico pede 30 milhões de dólares pela libertação de cristãos sírios

Grupo está sob o poder dos jihadistas desde fevereiro, na invasão de 35 vilas no nordeste do país

fonte: Guiame, com informações da MAIS / Fox News

Atualizado: Sexta-feira, 24 Abril de 2015 as 1:10

Jihadistas do Estado Islâmico
Jihadistas do Estado Islâmico

A rede de notícias Fox News divulgou a notícia de que o Estado Islâmico está exigindo o pagamento de 30 milhões de doláres pela libertação de centenas de cristãos.

A informação partiu de um oficial dentro da liderança assíria, que negocia com o grupo desde o sequestro, no mês de fevereiro, utilizando muçulmanos sunitas da região na mediação entre as partes.

O número de reféns sob o poder dos jihadistas é de 250 a 300, aproximadamente. A quantia exigida representa um valor de cerca de 100 dólares por pessoa.

O oficial afirma que os militantes sabem que eles não têm esse dinheiro para o resgate, "mas esperam que outros grupos e países apareçam com o dinheiro".

"Convocamos a igreja a erguer suas vozes em clamor pela liberdade dos nossos irmãos deste cativeiro e para que encontrem paz para viver sua fé em Cristo", diz a Missão em Apoio à Igreja Sofredora (MAIS), ao comentar a novidade.

 

veja também