Estado Islâmico publica novo vídeo com desfile de 21 reféns curdos enjaulados

Os curdos são vistos como pró-américa, já que se opuseram ao regime de Saddam Hussein e apoiaram a Operação Liberdade do Iraque, liderada pelos EUA.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 23 Fevereiro de 2015 as 7:22

Um novo vídeo divulgado pelo Estado Islâmico (EI) mostra uma espécie de desfile, com 21 homens curdos enjaulados em cima de picapes, que conduziram os reféns pelas ruas iraquianas.
Um novo vídeo divulgado pelo Estado Islâmico (EI) mostra uma espécie de desfile, com 21 homens curdos enjaulados em cima de picapes, que conduziram os reféns pelas ruas iraquianas.

 

Um novo vídeo divulgado pelo Estado Islâmico (EI) mostra uma espécie de desfile, com 21 homens curdos enjaulados em cima de picapes, que conduziram os reféns pelas ruas iraquianas.

Os homens são identificados como combatentes das forças curdas de peshmerga, que estão protegendo a região semi-autônoma do Curdistão, no norte do Iraque.

Aparentemente, os capturados foram forçados a alertar seus companheiros de não lutarem contra o EI. "Nós dizemos a Peshmerga: deixem seus postos de trabalho, ou o seu destino será como o destes; ou na gaiola, ou debaixo da terra", diz um homem em língua curda, no vídeo.

O vídeo não mostra execuções, mas os curdos estão sujeitos ao tendente castigo brutal do EI.

Os curdos são vistos como pró-américa, já que se opuseram ao regime de Saddam Hussein e apoiaram a Operação Liberdade do Iraque, liderada pelos EUA em 2003.

O vídeo também traz imagens da decapitação de cristãos egípcios, na Líbia.

O local e a data do desfile não são especificados no vídeo, mas fontes curdas afirmaram que as cenas foram filmadas na semana passada no mercado principal do distrito de Hawija, que está sob o domínio do Estado Islâmico, localizado a 50 quilômetros de Kirkuk, no Nordeste do Iraque.

 

 

 

veja também