Fundador da ONG Rio de Paz escreve sobre a manifestação com bolas gigantes em Brasília

Países como Itália, Espanha e Austrália noticiaram o ato público realizado pela ONG

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 4 Junho de 2014 as 2:51

Rio de Paz _ manifestação

Nesta terça-feira, 2 de junho, a ONG Rio de Paz realizou uma manifestação com bolas gigantes de futebol em frente ao Congresso Nacional, em Brasília.

O ato público foi para apresentar algumas exigências às autoridades públicas, à FIFA e aos candidatos às eleições presidenciais de 2014.

A manifestação teve repercussão internacional e foi reportada em mídias internacionais. Países como Itália, Espanha, Austrália, México, Argentina, Nicarágua, entre outros, noticiaram o ato público.

Em sua página no Facebook, o pastor Antônio Carlos Costa, presidente da ONG, escreveu a respeito da manifestação realizada:

- Repercussão
Todos os meios de comunicação brasileiros e agências internacionais de notícia estiveram presentes na manifestação que acabamos de realizar em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. Caso você tenha visto alguma cobertura nos onlines, envie o link para este post. Parece que as imagens foram para o mundo inteiro.

- Alegria
Ficamos felizes de falar para milhões o que está no coração do povo brasileiro. Nossas reivindicações são justas e dizem respeito ao todo da população.

- Gratidão
Os voluntários de Brasília trabalharam incansavelmente. Impressionante! Pegaram o frio da noite, o sol forte do dia, a chuva da tarde. Encheram bola por bola, e depois fixaram todas, usando mais de 50 ganchos de ferro, no gramado duro da Esplanada dos Ministério. Atenderam os meios de comunicação e pessoas que passaram pelo lugar. O tratamento dado a mim chegou a ser constrangedor. Obrigado: Marlon, Jonas, Luís, Sérgio Cerqueira, Calebe, Farlei, Albert, Adriano, Welinton, Edinho, Charles, Ádila, Henrique Ziller, Diego, Afonso, Rafael e Davidson.

- Providência
Mais uma vez surgiram do nada pessoas que trabalharam duro e foram fundamentais para o sucesso do protesto. Deus trabalha para aquele que nele espera.

- Lutas
Muito trabalho, cansaço, tensões, falta de recursos. Mas, em tudo Deus concedeu socorro e graça. Conto com a sua misericórdia, que acompanha até à morte a vida dos que tem Deus como pastor.

 

veja também