Ganeses vêm ao Brasil para a Copa e pedem refúgio no Sul do país

O pedido de refúgio cria um protocolo que dá ao imigrante acesso a trabalho e direitos individuais e coletivos. A condição é provisória e se mantém até que o Comitê Nacional para Refugiados (Conare) decida se concede ou nega refúgio

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 10 Julho de 2014 as 11:03

GanaEm Caxias do Sul-RS cerca de 250 ganeses procuraram a Delegacia da Polícia Federal para pedir refúgio ao Brasil.

Eles entraram no país como turistas em 30 de junho por Natal, Fortaleza e Brasília, cidades em que a seleção de Gana jogaria na Copa do Mundo.

O pedido de refúgio cria um protocolo que dá ao imigrante acesso a trabalho e direitos individuais e coletivos. A condição é provisória e se mantém até que o Comitê Nacional para Refugiados (Conare) decida se concede ou nega refúgio.

A escolha de Caxias do Sul é porque a cidade tem estrutura de acolhimento no Centro de Atendimento ao Migrante (CAM) e a PF consegue atendê-los mais rapidamente.

Boa parte deles já viajou para Santa Catarina e São Paulo, onde há promessa de emprego. A PF vai investigar se o movimento até Caxias do Sul é coordenado ou incentivado por intermediários mediante cobrança de valores financeiros dos africanos.

3 mil haitianos e senegaleses já foram atendidos pelo município que teme não conseguir atender a outra onda migratória.


com informações da Estadão

 

veja também