Homens 'fingem' interesse em Jesus e atacam pastor em Bangladesh

A polícia suspeita que os criminosos sejam muçulmanos fundamentalistas, embora eles ainda não tenham sido identificados.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 6 Outubro de 2015 as 5:23

Agentes de segurança de Bangladesh no local onde o cidadão japonês Kunio Hoshi foi morto. (Foto: Washington Post)
Agentes de segurança de Bangladesh no local onde o cidadão japonês Kunio Hoshi foi morto. (Foto: Washington Post)

Um pastor foi atacado por três homens que, disfarçados, foram até sua casa para aprender mais sobre o cristianismo, segundo informou a Associated Press nesta segunda-feira (5). A vítima lidera a igreja Faith Bible em Pabna, município de Rajshahi, em Bangladesh. 

Segundo relatos do pastor Luke Sarker, os homens o abordaram e tentaram cortar sua garganta. No entanto, ele conseguiu acionar o alarme, sua esposa chegou e eles fugiram. O pastor sofreu ferimentos leves.

A polícia suspeita que os criminosos sejam muçulmanos fundamentalistas, embora eles ainda não tenham sido identificados.

O incidente acompanha uma sequência de ataques que resultou na morte de dois estrangeiros em Bangladesh na semana passada. O italiano Cesare Tavella foi morto a tiros no dia 29 de setembro, e quatro dias depois, o japonês Kunio Hoshi foi baleado. O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelos tiroteios, e advertiu no sábado (3) que haveriam mais ataques.

Bangladesh, que tem uma população 90% muçulmana, tem enfrentado um aumento no índice de violência islâmica em relação ao ano passado — incluindo o assassinato de quatro blogueiros ateus.

veja também