Igreja norueguesa evangeliza refugiados com Bíblias em árabe e 'Google tradutor'

Para um dos refugiados a Bíblia que ele recebeu foi a primeira de sua vida. Ele pertencia a uma igreja clandestina no Irã, mas não chegou a ter uma Bíblia em seu país, com medo de que sua fé cristã fosse descoberta, colocando sua vida em perigo.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 6 Janeiro de 2016 as 8:56

A Igreja Adventista de VAdso, na Noruega, conseguiu entregar a refugiados, Bíblias traduzidas em árabe e em farsi - idioma falando por grande parte da população do Irã, Afeganistão, Iraque, Uzbequistão, Turquia, entre outros. Os exemplares foram entregues na época do Natal(2015) e foram doados pela Sociedade Bíblica Norueguesa.

Elias Samer Nema, um refugiado que chegou na Noruega no ano passado, começou a freqüentar a Igreja Adventista do Sétimo Dia, logo após chegar em Vadso, tendo atravessado a fronteira russa. Ele fez questão de falar sobre Jesus aos outros refugiados e ajudá-los a obter Bíblias.

Um dos anciãos da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Vadso, Hilde Huru, contou à Sociedade Bíblica Norueguesa sobre o pedido do Nema, ao qual a organização respondeu com a doação de um número de Bíblias traduzidas em árabe e farsi, para distribuição.

"Nós pudemos ver uma profunda gratidão nos olhos daqueles que receberam Bíblias. Isso é realmente importante para eles", disse Huru.

A igreja tem procurado se envolver com os refugiados, dando-lhes Bíblias e usando smartphones para se comunicar através do 'Google Tradutor', para superar as barreiras idiomáticas.

Eles também desenvolveram uma Escola Sabatina multi-lingual, traduzindo a apostila de cada lição para o árabe e farsi.

Para um refugiado, a Bíblia que ele recebeu foi a primeira de sua vida. Ele tinha pertencido a uma igreja clandestina no Irã, mas não chegou a ter uma Bíblia em seu país, com medo de que sua fé cristã fosse descoberta, colocando sua vida em perigo.

"Eu nunca conheci ninguém no Oriente Médio com um amor a Deus tão grande como vocês têm", disse um dos refugiados à equipe de evangelismo da igreja.

veja também