Igreja oferece atendimento médico gratuito para mais de 5 mil pessoas, em MG

O dia iniciou com cultos pelo município e no bairro Canaã foi possível ver um desfile cívico composto por seis mil adolescentes pela principal avenida do bairro.

fonte: Guiame, com informações do site Notícias Adventistas

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2016 as 10:35

Além disso, cerca de 2 mil adolescentes vieram do sul do Rio de Janeiro para realizar um reflorestamento às margens do ribeirão Ipanema. (Foto: ASN).
Além disso, cerca de 2 mil adolescentes vieram do sul do Rio de Janeiro para realizar um reflorestamento às margens do ribeirão Ipanema. (Foto: ASN).

A cidade de Ipatinga (MG) foi impactada com a ação dos Desbravadores, no último sábado (30) com um dia de solidariedade. O dia iniciou com cultos pelo município e no bairro Canaã foi possível ver um desfile cívico composto por seis mil adolescentes pela principal avenida do bairro.

Geisa Lopes, uma moradora local, expressou sua alegria em assistir o desfile: “Gente, o bairro Canaã amanheceu lindo, invadido por desbravadores. Que trabalho bonito!”, publicou em sua rede social.

Além disso, quatro feiras foram desenvolvidas pelo grupo que é uma iniciativa da Igreja Adventista. Eles tiveram o apoio de profissionais de saúde e cerca de cinco mil pessoas foram atendidas, fazendo testes físicos e aprendendo a manter hábitos saudáveis.

Adriel Souza Silva explica que viu o anuncio do evento na TV e não perdeu a oportunidade. “Eu vi na TV a divulgação do que estava sendo feito e resolvi vir conferir como está minha saúde”, explicou.

Já o estoquista Marcos Gonçalves Viana esteve na feira realizada no Parque Ipanema, acompanhado do filho. Assim como todos os que foram atendidos, ele ganhou um livro Esperança Viva. “Estou impressionado com esse movimento”, elogiou.

Reflorestamento

Cerca de 2 mil Desbravadores vieram do sul do Rio de Janeiro para realizar um reflorestamento às margens do ribeirão Ipanema. Juntos, plantaram mais de mil mudas de árvores, de 15 espécies diferentes com a missão de recuperar a mata nativa.

“O que a gente está fazendo aqui hoje tem tudo a ver com o que aprendemos como desbravadores. Serve pra gente conscientizar as pessoas de que a natureza deve ser cuidada”, ressalta Moacir Mendes Correa, logo depois de por uma das mudas na terra.

A pessoa responsável por ensinar os adolescentes na hora do plantio é Rafael Castro. Ele pontua que a cidade tem muito a ganhar com a ação. “As árvores, além de melhorar a qualidade do ar absorvendo o gás carbônico, evitam a degradação do solo e a perda da biodiversidade”, explica. Outra grande vantagem é a diminuição na temperatura do local, pois em áreas urbanas as árvores auxiliam nas formações de corredores que conduzem a corrente de ar.

veja também