Igreja Perseguida na Copa: Argélia

Extremismo islâmico gera sofrimentos aos cristãos do país

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 11 Junho de 2014 as 11:12

Argélia

Em 32º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa, a Argélia tem sofrido com o aumento de ataques terroristas promovidos, em sua maioria, pelo grupo al-Qaeda do Marrocos.

O extremismo islâmico tem causado sofrimento, principalmente aos cristãos.

O grupo al-Qaeda pressiona o governo argelino a implementar uma legislação islâmica, que prejudicará qualquer outro grupo religioso existente no país. A lei atual já proíbe reuniões públicas que promovam outra fé além do islã, e as igrejas geralmente não recebem a autorização necessária para funcionar.

Além de algumas igrejas católicas, o país tem 25 igrejas ligadas à Associação das Igrejas Protestantes da Argélia e mais outras vinte igrejas independentes.

Os jornais do país falam dos cristãos de maneira negativa e, embora não tenha havido mortes, há constantes ameaças contra igrejas.


com informações da Portas Abertas

 

veja também