Igreja visita prisão durante Natal e detentos são batizados no Tocantins

A ação aconteceu na última sexta-feira (25), dentro da Casa de Provisória de Paraíso do Tocantins.

fonte: Guiame, com informações de G1

Atualizado: Terça-feira, 29 Dezembro de 2015 as 9:37

Presos foram batizados dentro da Casa de Prisão de Provisória de Paraíso do Tocantins (Foto: Divulgação)
Presos foram batizados dentro da Casa de Prisão de Provisória de Paraíso do Tocantins (Foto: Divulgação)

Um pastor decidiu passar o Natal dentro de um presídio em Tocantins e teve como resposta um milagre: o batismo de seis presos em uma pequena piscina inflável.

A ação aconteceu na última sexta-feira (25), dentro da Casa de Provisória de Paraíso do Tocantins. Parentes e amigos estavam na unidade para a visita e participaram da cerimônia que foi realizada junto com um culto.

“A ação é resultado de um projeto desenvolvido pela igreja dentro da unidade. Os detentos participam de culto e de uma escola bíblica. A participação deles no projeto ajuda na diminuição da pena”, explicou o diretor do presídio, Wellsson Rêgo.

O diretor do presídio não soube informar qual igreja realizou o batismo na unidade, nem o pastor que comandou a cerimônia.
 
Os presos não são obrigados a participar do projeto, mas de acordo com o diretor na unidade, mesmo os que não participam, respeitam as atividades. “No horário do culto os outros desligam a televisão e ficam sempre em silêncio”, disse ele.

O pastor Anderson Jader de Souza, da igreja Batista Manancial de Vida de Palmas, explicou que na maioria das igrejas evangélicas, o batismo costuma ser realizado em rios, piscinas ou batistérios onde a pessoa possa mergulhar.

"O ato do batismo simboliza que a pessoa passa a fazer parte do corpo de Cristo. Quando alguém é batizado, ele deixa o homem velho e se torna uma pessoa renovada", disse ele em entrevista ao G1.

 

veja também