"Jesus ainda está curando e transformando vidas", diz diretor da Associação Ebenézer

Agindo na recuperação de dependentes químicos, o projeto acaba alcançando e evangelizando também as famílias destes.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 29 Julho de 2014 as 5:20

Um projeto de recuperação de dependentes químicos que vai além da restauração física. Esta é a proposta da Associação Ebenézer, localizada em Pacajus (CE), a pouco mais de 50 km de Fortaleza. Segundo o administrador da Casa, José Romel, o projeto que se caracteriza como um centro missionário tem visado restaura, não somente a sanidade física dos rapazes que ali chegam, mas também o relacionamento destes com Deus e com suas respectivas famílias.

Convidados a mostrar o seu trabalho na ExpoEvangélica 2014, voluntários da Associação - que é uma das beneficiadas pela arrecadação de alimentos não perecíveis durante todo o evento - falaram sobre a iniciativa e também testemunharam a transformação que Deus promoveu em suas vidas.

Prova viva de que o resgate de um viciado em drogas é completamente possível, Romel explicou como a Associação foi divulgada na Expo.

"Em nosso stand nós pudemos expor fotografias do projeto e também trazemos alguns dos nossos jovens, que estão dando os seus testemunhos e mostrando para as pessoas que Jesus ainda está libertando, curando e transformando vidas", disse.

Auto estima
O estabelecimento de novas responsabilidades faz parte do método usado pela Associação Ebenézer no tratamento dos dependentes. Trabalhos como cuidar de animais ou de uma lavoura com diversos tipos de furtas, verduras e legumes estão entre as atividades exercidas pelos rapazes em processo de recuperação.

Segundo Romel, estes trabalhos são exercidos com excelência por cada um deles, por saber que aquilo faz parte de um processo de mudança de vidas.

"Dentro da Casa cada um tem sua responsabilidade, sua função e eles as exercem com muito carinho e muito amor, não porque têm que fazer, mas porque eles sabem que aquilo ali está transformando a vida dele e da família dele", explicou.

O administrador também destacou que ele é o primeiro a testemunhar aos recém-chegados à casa sobre o poder de Deus na recuperação de um dependente químico.

"No meu caso, quando eu parei [de usar drogas], eu me sentia arrasado, achava que não tinha mais jeito. Mas Deus me fez ver o contrário. Eu estou há 15 anos limpo, transformado, graças a Deus. Restaurei o meu casamento, minha família hoje me respeita e eu testemunho sobre isso para todos eles", destacou.

Tratamento gratuito
Outro fator destacado pela direção do Projeto foi a gratuidade do tratamento. Os jovens, adolescentes, adultos que chegam à Associação precisando de tratamento não precisam desembolsar nenhum valor financeiro para custear este processo.

Vivendo de doações, a Casa pretende alcançar futuramente um sistema auto-sustentável, com renda / alimentação gerada pelos trabalhos realizados dentro do próprio terreno da Associação, como a criação de animais e a plantação de frutas, verduras e legumes, administradas pelos próprios internos. Porém até alcançar este objetivo, necessidades como a compra de um carro para transporte de materiais e a doação de alimentos não perecíveis ainda fazem parte do cotidiano da Associação.

Contribua com este projeto, fazendo um depósito em alguma das contas abaixo:

Banco Bradesco
Ag: 624-6
C/c: 32.493-0

Banco Itaú
Ag: 1649
C/c: 13638 - 7

 

Para mais informações, ligue: (85) 8795-2040 ou (85) 8782-9700.

Por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também