Libéria declara estado de emergência pelo surto de Ebola

A Libéria é atualmente o país com maior risco da proliferação do ebola, mas Serra Leoa e Guiné, também estão em risco de surto mortal.

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 8 Agosto de 2014 as 11:15

Libéria declara estado de emergência pelo surto de Ebola A Libéria declarou estado de emergência devido ao número de mortos pelo surto de ebola, que continua a aumentar constantemente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 932 pessoas morreram em decorrência do vírus e mais de 1.700 mais casos foram detectados.
 
A Libéria é atualmente o país com maior risco da proliferação do ebola, mas Serra Leoa e Guiné, também estão em risco de surto mortal.
 
A Presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf disse em um comunicado que medidas extraordinárias se fazem necessárias no momento.

"O governo e o povo da Libéria exigem medidas extraordinárias para a própria sobrevivência do nosso Estado e para a proteção das vidas de nosso povo. Eu ... declaro estado de emergência em toda a República da Libéria, já em vigor a partir de 06 de agosto de 2014 por um período de 90 dias", disse.
 
Coordenador dos Médicos Sem Fronteiras, Anja Wolz disse à CNN que ela teme que Serra Leoa seja incapaz de lidar com o surto sem assistência internacional. A falta de informação médica é uma das razões pelas quais a doença ainda está se espalhando na África Ocidental.
 
"Ainda temos enterros que não são nada seguros; pessoas que estão fazendo o enterro sem a desinfecção do corpo. Ainda temos pacientes que estão escondendo-se, ainda temos pacientes ou contatos de pacientes que estão fugindo porque eles têm medo", disse Wolz.
 
Os Estados Unidos enviarão em breve, 50 especialistas dos Centros de Controle de Doenças (CDC) para auxiliar no tratamento e prevenção de ebola na região.

Missionários
Os missionários norte-americanos Dr. Kent Brantly e Dra. Nancy Writebol (médicos) tiveram que voltar para os Estados Unidos, após serem infectados pelo vírus. Ambos estão reagindo bem e agradecem pelas orações de todos.

Com informações do Christian Head Lines / Christian Post

*Tradução por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também