Mãe muçulmana se rende a Cristo após ver filho liberto das drogas, no Irã

Através das ligações de um pastor, o jovem foi alcançado pelo Evangelho e libertado das drogas. Seu testemunho impactou a vida de sua família, que vive no Irã.

fonte: Guiame, com informações de Portas Abertas

Atualizado: Segunda-feira, 10 Abril de 2017 as 10:53

Imagem ilustrativa. Mãe foi impactada pela mudança que Jesus fez na vida do filho. (Foto: Shutterstock)
Imagem ilustrativa. Mãe foi impactada pela mudança que Jesus fez na vida do filho. (Foto: Shutterstock)

Tudo começou através do telefonema de uma mãe muçulmana desesperada com o comportamento do filho. O jovem Payam, de 21 anos, estava vendendo tudo o que possuía para comprar drogas e agredindo seu pai em algumas brigas.

“Eu não sei mais o que fazer. Você pode falar com ele?”, disse ela por telefone ao pastor Kouroush, que lidera uma igreja online no Irã.

O pastor começou a orar pelo jovem e logo entrou em contato com ele, que não recebeu bem a ligação inesperada. “‘Quem é você e por que está me ligando?’ foi a primeira coisa que ele me disse”, disse Kouroush à organização Portas Abertas.

Mesmo assim, o pastor Kouroush continuou orando e ligando para Payam de vez em quando, para perguntar como ele estava. Certo dia, Kouroush recebeu um pedido de ajuda do jovem por e-mail. “Por favor, me ligue. Estou em apuros”, ele escreveu.

Quando o pastor ligou para o jovem, ele começou a chorar. “O que há de errado?”, Kouroush perguntou. “Eu esfaqueei uma pessoa e agora a polícia está me procurando”, disse ele. “Por favor, ore por mim. Ore para Jesus me livrar da prisão”.

Depois de escutar os detalhes do que tinha acontecido, o pastor orientou Payam para ir à polícia e se entregar. Momentos depois, outro e-mail apareceu na caixa de entrada de Kouroush: “Suas orações têm funcionado!”

No mesmo instante, o pastor ligou para Payam para saber o que tinha acontecido. “Ele me contou que foi à delegacia para se entregar. Enquanto esperava o reconhecimento da vítima, ele fez uma oração a Jesus. No momento em que ele ficou frente a frente com a pessoa que foi esfaqueada, ela disse: ‘Eu não sei porque, mas eu quero te perdoar’”.

Payam experimentou o poder da oração, mas não foi imediatamente transformado. Quando o pastor Kouroush tentava ensiná-lo mais sobre Jesus, ele dizia: “Eu quero falar com você, mas por favor, não fale sobre religião”, disse ele.


O pastor Kouroush lidera uma igreja online no Irã. (Foto: Portas Abertas)

“Tivemos muitas conversas até que um dia eu perguntei: ‘Payam, como você vê o seu futuro? Você quer continuar a viver assim?’”, lembra o pastor. “Não, eu quero mudar”, respondeu Payam. “Então procure uma Bíblia e olhe para Jesus. Ele é o único que pode mudar você”, indicou o pastor.

Kouroush compartilhou seu testemunho com Payam e revelou que foi viciado em cigarros e álcool por 26 anos. Ele contou como foi libertado pelo poder de Cristo e disse a Payam que apenas Deus pode dar forças para superar um vício.

Dias depois, o pastor recebeu um email inesperado. “Eu quero entregar minha vida a Jesus”, escreveu Payam.

Kouroush ligou para o jovem e os dois oraram juntos. “Agora eu vou dizer aos meus pais sobre a minha nova fé”, disse Payam. “Não há necessidade”, respondeu o pastor, deixando o jovem surpreso. “Eles vão ver por si mesmos como Jesus mudou sua vida”.

Mudança na família

Quando Kouroush disse isso, ele não estava enganado. Meses depois, ele recebeu um telefonema da mãe de Payam. Ela ligou para agradecer e falar sobre a mudança que o jovem tem vivido. “Não precisa me agradecer. Você tem que agradecer ao nosso Senhor Jesus. Pergunte a Payam quem Ele é. Ele pode dizer tudo sobre Ele”, disse o pastor.

Algumas semanas mais tarde, Payam procurou o pastor para falar sobre sua nova vida. “Quando eu orei para Jesus me livrar da prisão, eu estava pensando em uma prisão física, mas hoje eu percebo que Ele me libertou da prisão que estava em meu coração. Estou verdadeiramente livre agora”, disse o jovem.

Payam também compartilhou outra novidade: “Minha mãe me perguntou sobre Jesus e eu compartilhei o Evangelho com ela. E ela entregou seu coração a Jesus”, comemorou.

veja também