MAIS compartilha testemunho de transformação do jovem Comorat, na Ásia Central

"Vocês entenderam e atenderam ao chamado de Deus", diz o jovem

fonte: Guiame, com informações da MAIS

Atualizado: Segunda-feira, 18 Maio de 2015 as 6

Comorat
Comorat

Com pouco mais de três meses de trabalho na Ásia Central, a Missão em Apoio à Igreja Sofredora (MAIS) compartilha o testemunho de Comorat, um dos irmãos da Igreja Sofredora.

Missionários da MAIS conheceram a história de Comorat e, em parceria com uma organização cristã que resgata crianças e adultos das ruas e do tráfico sexual, puderam ajudá-lo.

Comorat passou a maior parte da vida morando nas ruas e se abrigando em uma central de aquecimento subterrânea. Ele vendia roupas, alimentos e outros objetos que encontrava no lixo, e sobrevivia com o dinheiro que conseguia, além de manter o vício de cheirar cola.

Quando criança, ele também recebeu instruções de muçulmanos e nunca concluiu os estudos, além de ter sido preso várias vezes. E foi na prisão que ele conheceu a líder da organização, ouviu sobre o Evangelho e começou a mudar de vida.

Ao sair da prisão, Comorat passou a ir à organização duas vezes por semana para tomar banho, comer e ser discipulado, até encontrar a salvação.

Atualmente, Comorat tem 26 anos e uma nova vida. Ele tem emprego fixo, esposa, três filhos e é ativo na igreja.

“Sei que eu não deveria nem estar aqui hoje, deveria estar apodrecendo na terra. Mas Deus não quis assim. Obrigado por se permitirem serem usados pelo Senhor e se hoje eu tenho uma família e uma segunda chance, é porque vocês entenderam e atenderam ao chamado de Deus. Большое спасибо (‘obrigado’, em Russo)", disse ele.

 

veja também