Mais de 3 mil se convertem e americanos relatam avivamento no Brasil

Um grupo de missionários dos EUA veio para o Brasil para uma cruzada de oito dias, onde eles pregaram nas ruas, igrejas, comunidades, prisões e escolas de Belo Horizonte (MG).

fonte: Guiame, com informações do site Baptist Press

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2016 as 12:14

A missão também resultou na construção de três igrejas em cinco dias. (Foto: Reprodução).
A missão também resultou na construção de três igrejas em cinco dias. (Foto: Reprodução).

Os membros da Igreja Batista do Sul, dos Estados Unidos, estão relatando um avivamento espiritual que, segundo eles, está “aquecendo todo o Brasil”. O grupo estava em Belo Horizonte (MG) para a realização de uma temporada missionária de oito dias e quando retornam para os EUA, compartilharam testemunhos de avivamento nas igrejas, comunidades, prisões e escolas.

Wayne Jenkins, diretor de evangelismo da Convenção Batista de Louisiana, disse que mais de 3.200 brasileiros foram salvos em Jesus, após os acontecimentos realizados entre os dias 10 e 17 de julho. "Deus fez muito mais do que a gente poderia imaginar", disse Jenkins.

Ele afirmou que a missão resultou na construção de três igrejas em cinco dias. Eles também conseguiram alcançar pessoas de áreas difíceis, resultando em muitas salvações. "Além disso, o Evangelho foi recebido por cada faixa etária e classe social", acrescentou.

Essa foi a 25ª viagem missionária ao Brasil coordenada por Jenkins, junto com a Convenção Batista de Louisiana. No entanto, essa foi a primeira vez que ele trabalhou em Belo Horizonte. Ele foi acompanhado por 60 membros batistas que representavam 10 congregações, além de outros 37 membros das Batistas do Sul de Utah, Texas, Carolina do Norte, Flórida e Califórnia.

Testemunho

Os componentes da equipe missionária compartilharam uma série de testemunhos sobre as pessoas que se converteram. Carlos Meza, pastor da Calvary Spanish Mission Church (Igreja de Missão Espanhola Calvary, em tradução livre), em Shreveport, disse que a mensagem pregada pelos missionários era "emocionante e inesquecível".

O Pastor Carlos Meza usou um manequim para atrair a atenção das pessoas que passavam pelas ruas. (Foto: Reprodução)

Ele disse que um dos destaques da viagem foi uma história curiosa quando ele usou um manequim para atrair quem passava nas ruas durante a realização do evangelismo, em uma pequena aldeia.

"Eu comecei 'pregando’ para o manequim para atrair a atenção das pessoas”, disse Meza. "Um jovem parou e disse: ‘Senhor, o manequim não pode falar ou ler’. E eu perguntei se ele poderia me ouvir. Quando ele disse: ‘Claro que posso’, eu preguei para ele e depois de uma breve explicação do Evangelho, ele disse: ‘Eu acredito em cada palavra que você disse', e ele entregou sua vida a Cristo", relatou.

"Sim, Deus pode usar um manequim para atrair alguém para seu Reino. Toda glória seja dada a Deus!", exclamou o pastor.

veja também