Marrocos sediou o 2° Fórum Mundial de Direitos Humanos

Ministra brasileira comemora o passo que realizar o evento no Marrocos significa

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 4 Dezembro de 2014 as 8:51

Marrocos_Nesse final semana, mesmo sob críticas, o Marrocos sediou o 2° Fórum Mundial de Direitos Humanos. Salete Valesan, diretora da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), disse que o Marrocos foi escolhido, apesar da tradição muçulmana, porque na primeira edição do Fórum, ativistas marroquinos garantiram que os debates seriam respeitados.

O compromisso foi cumprido e diversos assuntos, como abuso contra a mulher e liberdade religiosa, foram tratados. O delegado interministerial para os Direitos Humanos no Marrocos, Mahjoub El Hiba, reconheceu que o país precisa avançar nessas questões de direitos humanos, em defesa da minoria.

O Brasil participou do Fórum e a a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Ideli Salvatti, falou sobre o desejo brasileiro de que o espaço se consolide como evento anual monitorando e avaliando as dificuldades e avanços da garantia dos direitos humanos.

“Quando o Marrocos se coloca na perspectiva de sediar um evento mundial para tratar de direitos humanos, não tenho dúvida que isso significa um grande passo. Em primeiro lugar, porque ninguém pode sediar um evento dessa magnitude sem reconhecer que tem problemas”, frisou Ideli.


com informações da Portas Abertas

 

veja também