"Matem, crucifiquem e amputem mãos e pés dos terroristas do Estado Islâmico", diz o grupo Al Azhar

Uma das instituições mais renomadas do Islã sunita ordena a condenação dos combatentes do Estado Islâmico após a execução do piloto jordaniano

fonte: Guiame, com informações do G1

Atualizado: Quarta-feira, 4 Fevereiro de 2015 as 12:58

piloto sendo queimado pelo Estado Islâmico
piloto sendo queimado pelo Estado Islâmico

"Matem, crucifiquem e amputem mãos e pés dos terroristas do Estado Islâmico", ordenou a Al Azhar, uma das instituições do Islã sunita mais renomadas, após a execução do piloto jordaniano Muath al-Kasaesbeh.

O Estado Islâmico divulgou um vídeo em que o piloto aparece sendo queimado vivo. O piloto havia sido capturado em dezembro e estava sob o poder do grupo terrorista.

O grande imã da Al Azhar, xeque Ahmed al Tayeb, "condenou com firmeza este ato terrorista covarde, que precisa do castigo previsto pelo Corão para estes agressores corruptos que combatem Alá e seu profeta: a morte, a crucificação e a amputação de mãos e pés", afirma o comunicado da Al Azhar publicado na noite de terça-feira.

Embora a autenticidade do vídeo divulgado ainda não tenha sido confirmada, a Jordânia confirmou a morte do piloto e acredita que ela tenha acontecido já há um mês, no dia 3 de fevereiro.

Tendo prometido vingança, a Jordânia informou que a jihadista iraquiana presa no país, Sajida al Rishawi, foi executada por enforcamento.

 

veja também