Meninas cristãs sofrem de abuso sexual coletivo no Paquistão e ONG pede justiça

"Queremos ver a justiça para estas meninas e uma vitória nesse caso servirá como uma forte mensagem aos estupradores em potencial, que alerte a todos que as meninas cristãs não são seus brinquedos”, disse Chowdhry.

fonte: Guiame, com informações de Portas Abertas

Atualizado: Quarta-feira, 11 Março de 2015 as 4:53

Uma ONG cristã deu início a um trabalho de assistência social e judicial às meninas cristãs que sofreram de um abuso sexual coletivo.
Uma ONG cristã deu início a um trabalho de assistência social e judicial às meninas cristãs que sofreram de um abuso sexual coletivo.

 

Uma ONG cristã deu início a um trabalho de assistência social e judicial às meninas cristãs que sofreram de um abuso sexual coletivo por um grupo de paquistaneses, na cidade de Punjab. 

"Um de nossos oficiais paquistaneses, Shamim Mahmood, é repórter de um diário paquistanês. Ao ouvir sobre o incidente estupro coletivo, informou a nossa sede e nós imediatamente organizamos uma visita às famílias para ver se poderíamos oferecer qualquer defesa ou apoio ", disse Chowdhry, presidente da Associação Cristã Britânico Paquistanesa.

Sobre o caso, Chowdhry disse que tem sido um desafio realizar trabalhar em defesa das meninas, já que as autoridades locais não contribuem para as investigações, além da intimidação que as famílias vêm sofrendo para que larguem o caso.

"Dois dos três homens com acusações de estupro foram liberados sob fiança. Estamos correndo e contratando os melhores advogados cristãos de direitos humanos a que temos acesso e também estamos recorrendo a um ONG cristã de assistência jurídica”, disse Chowdhry."Queremos ver a justiça para estas meninas e uma vitória nesse caso servirá como uma forte mensagem aos estupradores em potencial, que alerte a todos que as meninas cristãs não são seus brinquedos.”

 

 

veja também