Mesmo com o aumento da perseguição, muçulmanos se convertem na Nigéria

Cristãos locais relatam que o número de muçulmanos que passaram a frequentar as igrejas tem aumentado. Muitos chegaram a fé em Jesus por meio de sonhos com o filho de Deus,

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 24 Fevereiro de 2016 as 4:25

Embora a Nigéria tenha sofrido um intenso aumento nos casos de perseguição aos cristãos, muçulmanos do norte do país estão se convertendo ao cristianismo, de acordo com o relatório de missionários divulgado nesta quarta-feira (24).

Cerca de 11.500 cristãos foram mortos no norte da Nigéria entre 2006 e 2014, e 13 mil igrejas foram destruídas, forçando 1,3 milhões de cristãos a fugirem para áreas mais seguras do país.

Apenas em 2015, o número de cristãos mortos no país aumentou em 62%, deixando 4.028 vítimas e 198 igrejas atacadas, de acordo com um relatório da organização Portas Abertas.

Muitas igrejas estão se esvaziando com a fuga dos cristãos por causa da violência e da perseguição, mas aqueles que escolheram ficar estão experimentando um grande avivamento.

Cristãos locais relatam que o número de muçulmanos que passaram a frequentar as igrejas tem aumentado. Muitos chegaram a fé em Jesus por meio de sonhos com o filho de Deus,

"Muitos dos muçulmanos querem se tornar cristãos, mas eles têm medo de serem mortos ou pressionados por colegas muçulmanos", disse um cristão nigeriano.

Ainda que estes sejam sinais de esperança, o grupo cristão espera uma resposta do governo da Nigéria e da ONU. "É preciso haver uma resposta adequada para acabar com a violência e restabelecer uma situação de paz no norte da Nigéria, onde muçulmanos e cristãos possam viver juntos, exercer os seus direitos e ter igual acesso à educação, ao trabalho e à liberdade de adoração."

veja também