Missionário autista é fluente em 4 línguas: “O autismo me determinou a aprender”

Atualmente, Steven fala inglês, espanhol, português e japonês fluentemente, e está aprendendo mais seis novos idiomas, incluindo árabe, turco e francês.

fonte: Guiame, com informações de Baptist Press

Atualizado: Quinta-feira, 4 Fevereiro de 2016 as 11:38

Steven fala inglês, espanhol, português e japonês fluentemente. (Foto: Southern Baptist Theological Seminary)
Steven fala inglês, espanhol, português e japonês fluentemente. (Foto: Southern Baptist Theological Seminary)

Seis meses depois que Tim e Iracema Kunkel saíram dos Estados Unidos para uma missão no Uruguai, em 1990, Steven parou de falar em seu primeiro ano de vida. Primeiro o casal pensou que seu bebê havia sofrido um choque cultural. Em seguida eles entenderam que havia  algo errado.

Quando Steven completou 4 anos, seu pai o levou para São Francisco, no estado norte-americano da Califórnia, para um diagnóstico formal. Os médicos disseram que o garoto era autista, e nunca seria capaz de viver por conta própria, aprender a falar ou fazer amigos.

A equipe médica recomendou que Tim e Iracema deixassem o campo missionário e colocassem seu filho em uma escola para crianças autistas. O casal, no entanto, sabia que Deus tinha outros planos para sua família.

"Meus pais decidiram confiar no Senhor e me levar de volta para o campo missionário, sabendo que seus filhos pertenciam a Deus", relatou Steven, hoje um estudante de 26 anos de idade na Boyce College, a escola de graduação do Seminário Teológico da Batista do Sul.

"Eles me trouxeram de volta para o Uruguai; o Senhor começou a trabalhar em mim e eu comecei a falar com 5 anos de idade. Eu recebeu a Cristo como Senhor e Salvador aos 8 anos, por entender que Jesus veio para morrer por meus pecados na cruz", contou Steven.

Embora os médicos tenham dito a seus pais que Steven teria dificuldades para falar, ele mostrou um talento especial para as línguas. Aos 15 anos, Steven falava três idiomas: inglês, espanhol e português.

Missão

Em certo momento, Steven sentiu um chamado de Deus para ser missionário no Japão. Como não sabia falar japonês, ele não tinha certeza de como responder à essa chamada. Mas Deus deu a ele a oportunidade para aprender a língua enquanto ainda vivia na América do Sul.

"Depois que eu comecei a minha vocação, eu percebi que não havia oradores japoneses no Uruguai. Então estávamos preocupados em como Deus iria me ensinar japonês. Mas então, Deus abriu um caminho com um dos líderes da IMB, e eles transferiram minha família para o Paraguai”, disse Steven.


Steven Kunkel ministrando na igreja brasileira Batista Vida. (Foto: Reprodução)

"No Paraguai havia mais pessoas de outros lugares do mundo, incluindo os japoneses. Nós vivemos no Paraguai por sete anos e eu aprendi japonês, trabalhando em uma igreja japonesa, com um pastor japonês", relatou.

Depois de trabalhar com a igreja japonesa, Steven respondeu ao chamado de Deus se mudando para o Japão, aos 22 anos. Ele passou maior parte de seu tempo no Japão trabalhando como tradutor para a igreja Gospel International, uma igreja filipina.

Dom

"Eu acredito que Deus me deu o dom de línguas, e eu percebi que precisava usá-lo para a Sua glória", disse Steven. "Eu estava ciente de que muitas pessoas aprendiam línguas por dinheiro ou poder, mas eu gosto muito de aprender línguas porque eu gosto muito de chegar aos povos não alcançados."

Atualmente, Steven fala inglês, espanhol, português e japonês fluentemente, e está aprendendo mais seis novos idiomas, incluindo árabe, turco e francês. Ele espera que sua proficiência em outros idiomas o prepare para o futuro ministério de espalhar o Evangelho ao máximo de pessoas possíveis.

"Meu autismo é um dos maiores dons que o Senhor me deu. O Senhor me curou, mas não foi 100%, porque Ele quer que eu continue confiando Nele", disse Steven. "Se não fosse por meu autismo, eu não estaria determinado a aprender línguas, encontrar amigos ou compartilhar o Evangelho com as pessoas, e encorajar os outros."

veja também