Missionário explica o impacto do evangelho entre os muçulmanos: "A mensagem é renovadora"

Todd Nettleton explicou que para muitos muçulmanos, a mensagem do evangelho é renovadora e fortemente contrastante com as regras rigorosas do Islã.

fonte: Guiame, com informações da Mission Network News

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2016 as 5:27

Para muitos muçulmanos, a mensagem do evangelho é renovadora e fortemente contrastante com as regras rigorosas do Islã. (Foto: Voanews)
Para muitos muçulmanos, a mensagem do evangelho é renovadora e fortemente contrastante com as regras rigorosas do Islã. (Foto: Voanews)

Representante da missão cristã 'Voz dos Mártires', Todd Nettleton disse que os cristãos faz do Oriente Médio chegam a ser punidos por suas próprias famílias após tomarem sua decisão por Cristo.

Em um desses casos, uma mulher cristã no Oriente Médio foi forçada a voltar para a casa de sua família e romper seu noivado com um rapaz cristão, depois que seus parentes souberam que ela havia se tornado uma cristã. O local exato do caso não foi revelado em razão da segurança da moça.
 
De acordo com a organização cristã internacional 'Mission Network News', a mulher está esperando que seu pai - que no momento está fora do país - volte para casa e decida qual será a sua punição.
 
"Ela está muito preocupada com o que pode acontecer quando ele chegar em casa", disse Nettleton.
 
"Para eles, o fato de alguém de sua família abandonar o islamismo e se tornar um cristão é uma vergonha, não apenas para essa pessoa, mas é considerado uma vergonha para toda a família", informou o porta-voz da Missão.
 
Em alguns casos, a pessoa - que se converteu ao cristianismo - pode até ser morta pelos próprios parentes para restaurar a honra da família. Recentemente, um homem muçulmano estrangulou a própria irmã cristã no Paquistão, quando viu o teor cristão de suas mensagens nas mídias sociais.
 
Para muitos muçulmanos, a mensagem do evangelho é renovadora e fortemente contrastante com as regras rigorosas do Islã.
 
"O Deus da Bíblia, Jeová, enviou o Seu próprio Filho, sacrificando-o de modo que possamos ter um relacionamento com ele. Não havia nada que poderia ter sido feito por nós, mas Deus o fez. Ele fez todo o trabalho, entregando o Seu Filho", disse Nettleton, explicando a mensagem do Evangelho que apresentada aos muçulmanos, no Oriente Médio.
 
"Esse amor de Deus, que nos salva e nos ama o suficiente para nos resgatar realmente fala ao coração dos muçulmanos", argumentou.

veja também