Muçulmana se converte ao ter uma visão de Jesus, na Líbia: “Ele brilhava como a luz”

Maizah fugiu de sua casa, na Líbia, depois que sua família descobriu sua nova fé. No entanto, ela tem sido conduzida pela certeza da presença de Jesus Cristo em sua vida.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Segunda-feira, 13 Junho de 2016 as 1:13

Em locais de intensa perseguição religiosa, Jesus Cristo se revela em experiências sobrenaturais. (Foto: Reprodução)
Em locais de intensa perseguição religiosa, Jesus Cristo se revela em experiências sobrenaturais. (Foto: Reprodução)

São nos locais de intensa perseguição religiosa que Jesus Cristo se revela em experiências sobrenaturais e íntimas. Uma delas aconteceu com Maizah — uma jovem que, depois de se converter ao sonhar com Cristo, teve de fugir de casa, na Líbia.

Maizah cresceu frequentando diferentes mesquitas, em sua busca de conhecer a Deus. Em um momento de sua vida, ela escolheu viver sem religião, até que se deparou com uma intensa experiência com Jesus Cristo.

"Eu senti alguém tocar os meus pés", disse ela. "O quarto estava escuro mas, de repente, havia um homem que brilhava como a luz. Ele não parecia irreal, mas eu senti que não podia tocá-lo. Ele ficou de pé, ao meu lado. Eu senti a felicidade no meu coração apenas por causa de sua presença. ‘Eu sou o caminho, a verdade e a vida’, ele disse. Em seguida, ele se foi".

Duas semanas depois, a jovem e sua família foram forçadas a fugir da Líbia até o Egito, diante de uma guerra civil. No novo país, Maizah conheceu uma vizinha cristã que ensinou a ela um pouco mais sobre Jesus.

"Esta mulher era realmente honesta comigo. Pedi que ela me falasse sobre Jesus. Suas palavras falaram diretamente ao meu coração eu acreditei nela, eu senti que era verdade. Pedi que ela me mostrasse uma Bíblia, e pela primeira vez eu vi uma”, lembra Maizah.

"Um dia, eu disse a ela sobre o homem que vi no meu quarto. Ela me contou que era Jesus, e me mostrou um versículo da Bíblia na qual ele afirma: ‘Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida’".

Mudanças

Maizah foi batizada no Egito, e quando retornou para a Líbia, passou a se reunir em uma igreja secreta, na casa de uma família cristã. Em 2013, a família foi presa e a polícia passou a procurar pela jovem. Com medo, ela decidiu fugir para o Egito, antes de se mudar para a Turquia.

Tempos depois, Maizah entrou em contato com sua família por telefone, e recebeu a notícia de que sua mãe havia sofrido uma paralisia. Ao saber disso, resolveu retornar para casa. O problema é que a doença era uma mentira.

Chegando em casa, seu irmão a conduziu para um quarto, onde ela foi espancada por um grupo de homens. Mesmo assim, Maizah conta que "estava consciente de que estava sendo protegida, e não sentia dor.”

Depois dessa situação, Maizah foi até a Tunísia para receber atenção médica. Com a ajuda de um médico, ela conseguiu escapar e encontrar refúgio em uma casa segura. De lá, ela viajou para um país ocidental, onde permanece até hoje.

veja também