Muçulmanos atiram cristãos para fora de embarcação e são detidos na Itália

Testemunhas confirmam que o motivo da agressão foi ódio religioso

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas / CNN

Atualizado: Sexta-feira, 17 Abril de 2015 as 4:40

Cristãos são jogados fora de barco por muçulmanos
Cristãos são jogados fora de barco por muçulmanos

Vítimas "de fé cristã, ao passo que os seus atacantes eram de fé muçulmana". Foi assim que a polícia de Palermo comunicou o que aconteceu nesta semana, na Itália.

Testemunhas contaram que 15 muçulmanos atiraram 12 passageiros cristãos para fora da embarcação em que estavam.

Detidos assim que chegaram à Sicilia, os imigrantes foram acusados de "múltiplo homicídio agravado motivado por ódio religioso".

Os testemunhos do ocorrido doi dado à polícia por uma dezena de refugiados nigerianos e ganeses que estavam a bordo da embarcação.

"Durante a travessia, os nigerianos e os ganeses, em minoria, foram ameaçados de serem atirados à água por uma quinzena de passageiros", indicou a polícia no comunicado.

"Os sobreviventes conseguiram resistir pela força à tentativa de afogamento, formando, em alguns casos, uma verdadeira corrente humana", referia o comunicado, dando conta de "pormenores horríveis" relatados por "testemunhas em lágrimas".

O relatório do caso foi enviado ao Ministério Público de Palermo, fato inédito de pedido de detenção por motivo de 'ódio religioso' no país.

 

veja também