Mulher etíope é morta pelo marido por se converter ao cristianismo

Ela se casou quando ainda muçulmana, mas se converteu e o marido não aceitou

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 7 Julho de 2014 as 9:57

Etiópia

Maria Yusuf se casou quando ainda era muçulmana. Há dois anos ela se converteu ao cristianismo, e as pessoas que abandonam o islã são colocadas sob pressão para retratar a fé.

Um cristão, conhecido de Maria, chegou ao local do crime pouco antes de sua morte, a tempo de ouvi-la dizer repetidamente: "Ele me matou." O marido foi preso e a autópsia de Maria ainda não foi divulgada ao público.

As informações passadas pelo contato da Portas Abertas na Etiópia são de que Maria sofreu espancamentos do marido por se converter ao cristianismo, fato que ela ja tinha denunciado à polícia.

Apesar de os cristãos formarem a maioria da população na área, a comunidade vem enfrentando pressão considerável de muçulmanos e autoridades locais.


com informações da Portas Abertas

 

veja também