Mulher tem a garganta cortada enquanto prega o evangelho, nas ruas da Nigéria

Eunice foi encontrada com a cabeça apoiada sobre a Bíblia que costumava usar nas pregações. A família suspeita que muçulmanos estejam envolvidos no crime.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2016 as 1:15

Eunice, que era pastora da igreja Redeemed Christian Church, foi encontrada com a cabeça apoiada sobre a Bíblia que costumava usar nas pregações. (Foto: Reprodução/Vanguard)
Eunice, que era pastora da igreja Redeemed Christian Church, foi encontrada com a cabeça apoiada sobre a Bíblia que costumava usar nas pregações. (Foto: Reprodução/Vanguard)

A diaconisa Eunice Olawole, de 41 anos, foi decapitada e morta na manhã deste sábado enquanto pregava uma mensagem bíblica (9), em Abuja, capital da Nigéria.

Eunice, que era pastora da igreja Redeemed Christian Church, foi encontrada com a cabeça apoiada sobre a Bíblia que costumava usar nas pregações, pouco antes das seis horas da manhã.

O relatório da polícia também indica que Eunice foi esfaqueada no estômago, no momento do ataque. Seis suspeitos foram detidos e estão sob investigação.

O marido da vítima, Olawale Eliseu, que também é pastor na igreja, disse que a última vez que viu sua esposa foi às 5 da manhã, quando ela saiu de casa para pregar. "Minha esposa sempre saía no início da manhã para a ‘Manhã de Clamor’”, disse ele ao site Vanguard.

"Dois dos meus filhos foram para o campo, jogar futebol. Quando eles voltaram, me disseram que ouviram alguns jogadores dizendo que alguns arruaceiros haviam massacrado uma mulher que estava pregando esta manhã", lembra Olawale.

O marido foi até o local com seus filhos. A família se deparou com o sangue no chão e o corpo de Eunice dentro do carro da polícia. A suspeita de Olawale é que muçulmanos estejam envolvidos no crime.

“Houve um dia em que ela saiu e me disse que havia uma mesquita na parte de trás do local onde pregava, e ouviu alguns comentários sobre sua pregação. Eu adverti ela”, disse ele.

Alguns moradores da área onde Eunice foi morta disseram ter ouvido a mulher pregando na parte da manhã, antes de sua voz desaparecer. "Eu ouvi a voz dela, como de costume na pregação da manhã em um ponto, mas sua voz se desvaneceu”, disse a pessoa que não quis ser identificada.

"Esta é uma mulher que prega todas as manhãs. Ela sempre adverte as pessoas a se arrependerem, porque o reino de Deus está próximo”, disse Sam, chefe de segurança da área.

veja também