Na Líbia, mais um cristão egípcio foi sequestrado

Colegas de Samir Sabri Masood informaram a polícia, mas ele foi levado a um local desconhecido

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Terça-feira, 3 Fevereiro de 2015 as 1:04

Líbia
Líbia

No dia 29 de janeiro, uma quinta-feira, homens armados não identificados sequestraram o cristão egípcio Samir Sabri Masood, de 26 anos, na cidade de Sirte, na Líbia.

O cristão trabalhava em um restaurante da cidade e, de acordo com a agência de notícias do Oriente Médio Copts Today, colegas de Masood informaram o sequestro à polícia, mas ele foi levado para um local desconhecido.

Dois dias antes, pelo menos oito pessoas morreram em um ataque a um hotel de luxo em Trípoli. Os militantes leais ao Estado Islâmico disseram que eram responsáveis por um assalto à mão armada, segundo o jornal NY Times.

Segundo relatos da agência World Watch Monitor, pelo menos 20 cristãos egípcios também foram reivindicados por militantes líbios filiados ao Estado Islâmico, entre dezembro e janeiro.

 

veja também