Na Venezuela, clima de tensão e situação de risco aumentam entre os cristãos

"Há inúmeros casos de líderes cristãos vítimas de extorsões e de igrejas que foram atacadas e roubadas", diz o analista de perseguição da Portas Abertas

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Terça-feira, 26 Maio de 2015 as 10:29

Conflito na Venezuela
Conflito na Venezuela

O Observatório de Violência na Venezuela fez uma pesquisa revelando que o nível de insegurança no país continua aumentando, afetando a vida dos cristãos.

O problema é ainda maior nos centros urbanos, com a atividade de gangues, tiroteios e homicídios cada vez mais frequentes.

Dennis, analista de perseguição da Portas Abertas, comenta o problema: "Na Venezuela, a principal fonte de perseguição aos cristãos é a opressão comunista que, de maneiras muito sutis, restringe a liberdade de expressão religiosa em muitas esferas da vida, especialmente quando ela passa a ameaçar a influência do governo ‘revolucionário’, como acontece em Cuba."

"O aumento alarmante da criminalidade violenta, no entanto, é outra tendência importante à qual os cristãos são vulneráveis", pondera, "há inúmeros casos de líderes cristãos vítimas de extorsões e de igrejas que foram atacadas e roubadas. Pode não haver sempre uma motivação religiosa por trás de tais incidentes, mas eles contribuem para colocar os cristãos em um lugar de risco"

 

veja também