"Não consigo ver a diferença de sociedade e Igreja", diz presidente da ONG Makanudos de Javeh

No combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, Thiago Torres frisa o dever da Igreja em cuidar das crianças

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 22 Maio de 2014 as 2:07

Estamos na 'Semana de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual', criada pelo vereador Eduardo Tuma.

Desde o dia 18 de maio, o Dia Nacional da Luta Contra o Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, a ONG Makanudos de Javeh tem promovido alguns eventos e intervenções para chamar a atenção da população quanto à gravidade desse mal.

"A cada 15 segundos uma criança é abusada sexualmente no mundo" - Essa é a frase de impacto que a ONG está fazendo rodar na internet. A ação da Makanudos de Javeh pede que as pessoas tirem foto com o sinal da campanha (como o da foto), a frase e as hashtags #EstaAcontecendoAgora #FacaAlgo #makanudosAZULeROSA #Disque100

E a campanha repercutiu na internet. Algumas celebridades como MC Guime, Fernanda Takai e Anitta apoiam a Makanudos nessa causa.

Na segunda-feira, 19 de maio, Thiago Torres, presidente da ONG, foi homenageado pelo vereador Eduardo Tuma na Câmara Municipal de SP. Em entrevista ao GUIAME, Thiago falou sobre o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes e frisou o dever de cidadão dos cristãos. Confira:

GUIAME: Qual é o seu sentimento ao ver o trabalho da ONG Makanudos de Javeh sendo reconhecido?

Mais do que uma alegria pelo reconhecimento, é o momento de articular mais parcerias e trazer pessoas que já estão fazendo isso há mais tempo e corroboram para um melhor atendimento e com mais força na luta contra o abuso e a exploração sexual da criança e do adolescente. Estamos empenhados em ampliar a qualidade do nosso atendimento, a divulgação das nossas campanhas e, consequentemente, garantir que esse mal não chegue a mais crianças e adolescentes.

GUIAME: Estamos às vésperas da Copa do Mundo e muito se tem falado sobre o aumento dos casos de abuso e exploração sexual durante o evento. Essa é uma preocupação da ONG?

Sim. Há dois anos estamos discutindo nas escolas sobre Copa do Mundo e Olimpíadas 2016. O movimento de turistas aumenta no Brasil e, não deveria ser natural isso, mas o Brasil é um país que exporta sensualidade. Temos que lidar com essa situação e a melhor forma de fazer essa prevenção é conscientizando a meninada, as famílias, sobre a importância do tema e o valor do corpo.

GUIAME: Como você entende a relação Igreja/sociedade no combate a problemas como esse?

Não consigo ver a diferença de sociedade e Igreja porque os membros da igreja são cidadãos e têm responsabilidades políticas também. Ele vota, cuida de criança, tem sua família e tem responsabilidades sociais. É dever da igreja, e de todo aquele que professa Jesus, cuidar das crianças. O próprio Jesus diz que é abençoado aquele que deixa a criança chegar até ele. É dever da Igreja cuidar das crianças e dos adolescentes.

 

por Juliana Simioni
GUIAME.COM.BR

No combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, Thiago Torres frisa o dever da Igreja em cuidar das crianças

veja também