Nas Filipinas, muçulmanos que se converter ao cristianismo enfrentam forte perseguição

Cristãos se encontram às escondidas com medo de ameaças

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 27 Junho de 2014 as 4:03

Filipinas_Muçulmana convertida ao cristianismo nas Filipinas, Rona* deixou de participar do Kitab (estudo da Bíblia) e da comunhão com outros cristãos após ser ameaça de ficar aleijada pelo tio.

Rona estava entre um grupo de 17 muçulmanos que foram batizados em abril de 2013. A ameaça feita pelo tio foi justamente por causa da nova fé da moça.

"Depois que recebemos essa informação, Rona já não podia ser contactada", disse o contato da Portas Abertas no sul das Filipinas. "Ela e os outros Tausugs novos convertidos estavam muito empolgados em compartilhar o evangelho. Em pouco tempo, vários grupos de estudo Kitab foram abertos em outras áreas."

Outra trabalhadora filipina cristã, Ruth*, ajuda a alimentar a fé de Tausugs que se tornaram cristãos, mas ela manifesta preocupação com a segurança dessas pessoas, já que seus parentes sabem o local no qual eles se encontram.

"Eles estão procurando um lugar novo, mais seguro para atender à oração e discipulado. Ore para que Ruth saiba o que fazer, especialmente ao ministrar e liderar os cristãos Tausugs", afirmou o contato da Portas Abertas.

*Nomes alterados por razões de segurança.


com informações da Portas Abertas

 

veja também