A Nigéria precisa das nossas orações

"Dezenas de nossas igrejas foram completamente arrasadas e muitos pastores foram mortos", conta presidente da Igreja dos Irmãos na Nigéria

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 9 Outubro de 2014 as 3:44

NigériaEnquanto líderes e autoridades se preocupam apenas com ataques violentos na Síria e no Iraque, a Nigéria também sofre com barbaridades cometidas pelo Boko Haram.

O grupo terrorista islâmico está lutando para criar um Estado Islâmico próprio e isso parece algo próximo de o grupo conquistar.

Após o sequestro das mais de 200 meninas nigerianas, o Boko Haram passou a ser destaque na mídia, mas os ataques violentos dos militantes já aconteciam desde anos atrás.

Em cinco anos, após o início do conflito, estima-se que três milhões de pessoas foram afetadas pelos ataques do Boko Haram, que incluíram bombardeios, sequestros e assassinatos.

Em três estados do norte da Nigéria foi declarado estado de emergência em maio do ano passado. A Human Rights Watch diz que mais de dois mil civis foram mortos pelo grupo somente neste ano.

"Dezenas de nossas igrejas foram completamente arrasadas e muitos pastores foram mortos, enquanto outros fugiram juntamente com seus membros", disse o Rev. Samuel Dali, presidente da Igreja dos Irmãos na Nigéria.


com informações da Portas Abertas

 

veja também