No Nepal, "atividades cristãs correm o risco de tornarem-se todas ilegais", alerta analista

Até a realização de eventos para ajudar aos necessitados é agora considerado ato de rebeldia contra o governo

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Quinta-feira, 22 Outubro de 2015 as 12:41

Cristãos do Nepal
Cristãos do Nepal

Após sete anos de discussões parlamentares, a Nova Constituição do Nepal foi inaugurada e, segundo o Christian Post, as tensões aumentam enquanto os grupos radicais hinduístas declaram a proibição de missionários cristãos no país.

"Enquanto há protestos contra a nova Constituição, as atividades cristãs correm o risco de tornarem-se todas ilegais. Além disso, existe um acordo entre o Nepal e a Índia que estabelece que ambos devem se tornar um Estado hindu. Se os países seguirem à risca, as emendas propostas podem tornar qualquer ato religioso como evangelístico, o que é punível por lei", destaca um dos analistas da Portas Abertas.

Tentar convencer alguém ao cristianismo já é considerado motivo de punição pelas autoridades. Até a realização de eventos para ajudar aos necessitados é agora considerado ato de rebeldia contra o governo.

"Seguidores do cristianismo já sofrem há décadas com as desigualdades e a perseguição religiosa. Eles esperavam que a nova Constituição, que foi criada pela democracia laica, garantisse seus direitos e sua liberdade, mas parece que isto não vai acontecer tão cedo", reitera o analista.

Sentenças de prisão e multas pesadas podem ser aplicadas no caso de 'anti-conversão'.

 

veja também