No Uzbequistão, cristão tem a casa invadida por policiais em busca de motivos para condená-lo

Os oficiais queriam encontrar literatura cristã

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Quinta-feira, 15 Janeiro de 2015 as 2:47

Uzbequistão
Uzbequistão

Murod Aka* é pastor de uma igreja subterrânea secreta em uma das cidades do Uzbequistão e teve a casa invadida por oficiais da polícia secreta.

Os policiais estavam em busca de materiais cristãos para poderem acusá-lo e condená-lo ao pagamento de multa, já que a impressão e importação desse tipo de literatura são proibidas no país.

Uma vez que não foi possível encontrar nada que comprometesse o pastor, eles foram embora, mas, antes de sair, disseram-lhe que estavam acompanhando suas atividades.

A ameaça feita pelos oficiais faz parte do investimento das autoridades para processar o cristão apenas por causa da fé.

 

veja também