No Vietnã, cristãos são perseguidos e têm o gado tomado pelo governo

Membros da Comuna tomam o gado das famílias e restringem o acesso à tratamentos de saúde como punição

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Sexta-feira, 24 Abril de 2015 as 9:39

Cristão no Vietnã
Cristão no Vietnã

No Vietnã, cristãos têm sofrido perseguição através de furto de gado. A Portas Abertas tem recebido relatos parecidos de famílias cristãs.

Trong* foi duramente perseguido por oficiais do Comitê da Comuna Popular do Vietnã, após ele ter recusado dar uma garrafa de vinho e uma galinha para que eles oferecessem em sacrifício a três espíritos de sua aldeia.

Em uma oportunidade, enquanto um policial conversava com o patrão de Trong, outros três oficiais entraram em seu celeiro e roubaram o porco de sua família.

Pai de três filhos, Trong diz que vai continuar firme na fé e no serviço em sua casa-culto, de 150 membros. "Vou continuar a espalhar o evangelho, independentemente das circunstâncias", afirma.

Fa* também passou por algo semelhante. Treze funcionários da Comuna o acusaram de não seguir o regulamento de adorar espíritos e por isso lhe levaram um porco no meio do dia.

Meses depois, membros da Comuna voltaram e levaram mais dois porcos da Fa. "Eles disseram que, seguindo Jesus Cristo, nós violamos as leis. Então eles teriam que levar os nossos porcos", explicou à Portas Abertas.

Além de roubar o gado, a Comuna ainda impediu que a família de Fa tivesse acesso à tratamentos de saúde, mas ainda assim ele permanece compartilhando a Palavra de Deus com outros moradores da região.

A Portas Abertas enviou apoio financeiro às duas famílias.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

 

veja também