"'Nossas' meninas se converteram ao islamismo", diz porta-voz do Boko Haram sobre as nigerianas sequestradas

Informações da Reuters diz que o grupo avisou que as meninas estão casadas e com seus maridos

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Terça-feira, 14 Abril de 2015 as 5:23

Grupo nigeriano Boko Haram
Grupo nigeriano Boko Haram

De acordo com a agência Reuters, o Boko Haram divulgou um vídeo sábado (11) em que as meninas nigerianas sequestradas aparecem. Hoje (14) completa exatamente um ano do ataque à escola em Chibok e do sequestro das meninas nigerianas.

"Elas estão casadas e em casa com seus maridos. As ‘nossas’ meninas se converteram ao islamismo e confessaram que é a melhor religião. Ou os pais aceitam isso e se convertem também, ou eles podem morrer", diz o homem que aparece como porta-voz do grupo.

O grupo descarta um cessar-fogo e afirma que nenhum representante deles está dialogando com ninguém. "Vamos acabar com os cristãos. Guerra é o que queremos", afirma.

A insegurança e o medo na Nigéria aumentaram ainda mais depois que Mubi também foi invadida. Milhares de cristãos que fugiam de ataques do Boko Haram no estado de Borno tinham encontrado refúgio lá.

 

veja também