O Ramadã, mês sagrado dos muçulmanos, começou nesta quinta-feira (18)

"Enquanto os muçulmanos oram a Alá, nós oramos por eles", afirma a Portas Abertas

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Quinta-feira, 18 Junho de 2015 as 4:14

Islamismo _ muçulmanos
Islamismo _ muçulmanos

O mês sagrado dos muçulmanos começou quando relógio marcou 00h desse 18 de junho. Para a fé islâmica esse é o Ramadã, tempo em que os muçulmanos ficam 30 dias em jejum e se dedicam em ir à mesquita, ficar em oração e estudar o Alcorão.

O jejum, um dos pilares do islã é a abstinência de prazeres carnais para evitar intenções e desejos malignos, de acordo com os muçulmanos.

Durante o Ramadã, os muçulmanos jejuam do momento em que o sal nasce até o momento em que o sol se põe. Esse é considerado um ato de fé e adoração a Ala.

Para os muçulmanos é importante que a quebra do jejum ao pôr-do-sol seja feita em comunhão com outras pessoas, pois foi recomendado pelo profeta Maomé.

Segundo o censo demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil existem mais 35.000 seguidores do islamismo. Muitos praticantes da fé realizam seus rituais em outros países, obedecendo a doutrina.

A Missão Portas Abertas lembra que durante o Ramadã, pessoas que não professam a fé islâmica e não se abstêm de alimentos sofrem mais.

"Enquanto os muçulmanos oram a Alá, nós oramos por eles", afirma a Portas Abertas.

"Ore pelos cristãos que se encontram no Mundo Muçulmano, para que a providência de Deus os alcance e não aconteçam atrocidades. Durante esse período, os nossos irmãos em Cristo necessitam ainda mais das nossas orações", frisa a organização.

 

 

veja também