Os 21 cristãos coptas que se tornaram mártires geraram uma “oportunidade de ouro para o Evangelho”

Diretor da Sociedade Bíblica do Egito produziu milhares de folhetos após a morte dos cristãos para levar consolo e falar de compromisso com Cristo

fonte: Guiame, com informações da MAIS / Cristianismo Hoje

Atualizado: Segunda-feira, 9 Março de 2015 as 5:22

Imagem do momento da Execução dos cristãos coptas
Imagem do momento da Execução dos cristãos coptas

A morte dos 21 cristãos coptas pelo Estado Islâmico chocou o mundo, mas tem gerado algo de bom. Para o diretor da Sociedade Bíblica do Egito, Ramez Atallah, o fato, apesar de muito triste, se tornou uma “oportunidade de ouro para o Evangelho.”

Na noite em que o vídeo da execução dos cristãos foi divulgado, ele alertou seus funcionários: “Nós temos que ter um folheto das Escrituras pronto para distribuir à nação o mais rapidamente possível.”

Em menos de 36 horas, um folheto foi enviado à gráfica e em uma semana mais de 1,65 milhões de cópias foram distribuídas.

Junto com um poema comovente, o folheto ontém citações bíblicas sobre a promessa da benção em meio ao sofrimento. Ramez Atallah conta que a arte do folheto foi pensada para não ofender nenhum egípcio, mas para levar conforto e desafiar as pessoas a se comprometem com Cristo.

 

.

veja também