Pastor Mario Freitas volta do Nepal e escreve sobre um 'projeto de desenvolvimento pós-catástrofe'

O pastor diz que o grande desafio do momento é no interior do país

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 11 Maio de 2015 as 2:50

Ore pelo Nepal
Ore pelo Nepal

Em 29 de abril, o pastor Mario Freitas, da Missão em Apoio à Igreja Sofredora, embarcou para o Nepal para ajudar as vítimas do terremoto que devastou o país.

Após alguns dias de trabalho, o pastor está de volta ao Brasil e através de uma publicação no Facebook fala sobre o que já foi feito, como a doação de algumas toneladas de alimento, por exemplo.

Mas o pastor frisa que ainda há muito para fazer e o foco é na cidade de Dolakha, com um projeto pós-catástrofe. Confira a publicação:

Acabo de chegar do Nepal, onde equipes ligadas a nós continuam trabalhando intensamente. Após ter passado uma semana no país, e tendo chegado poucos dias após o terremoto, confesso estar consumido pelo desafio que, como igreja, temos diante de nós. Pudemos simplesmente começar, mas o trabalho deverá ser longo se desejamos apoiar efetivamente os cristãos do país na reconstrução daquela nação. Seguem alguns pontos:

- O grande desafio do Nepal não está em Kathmandu neste momento, mas no remoto interior do país. Os lugares mais devastados e com necessidades mais veementes demandam longas horas de viagem e, muitas vezes, trekking, não sendo possível chegar de carro. São províncias como Dolakha, Sindhupalchowk e Gorkha que merecem atenção e demandam oração neste momento.

- É em Dolakha que desejamos estabelecer um projeto de desenvolvimento pós-catástrofe. A região é veementemente rural, e os projetos serão todos nessa área de recuperação para a agricultura de subsistência. Manteremos uma equipe fixa no país.

- As doações financeiras têm entrado aos poucos, e já fomos capazes de doar algumas toneladas de alimento em vilas extremamente remotas, e de deixar paga toda a logística para a ida de equipes médicas emergenciais para a região de Dolakha. Até o momento, investimos aproximadamente R$ 30 mil, mas no período aproximado de um ano precisaremos investir pelo menos dez vezes esse montante, para o que precisaremos da ajuda da igreja brasileira.

- Se você é um parceiro ou doador, pode demandar um relatório financeiro específico do nosso projeto no Nepal, pelo e-mail [email protected] . Queremos continuar trabalhando com transparência.

Para doar:

MISSÃO EM APOIO À IGREJA SOFREDORA
CNPJ 12.492.298/0001-83

BANCO DO BRASIL
AG 1240-8
CC 110050-5

BANCO ITAÚ
AG 0937
CC 44077-4

 

veja também