"A perseguição religiosa trouxe um refinamento da fé", disse missionário

Allan Guinan, diretor sênior de operações internacionais da missão "Leading the Way" disse que tem visto um fortalecimento da fé de inúmeros cristãos, apesar da intensa perseguição religiosa, promovida pelo Estado Islâmico no Iraque.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Sexta-feira, 12 Fevereiro de 2016 as 11:32

Diante da escalada de atrocidades cometidas pelo Estado Islâmico, a fé ainda permanece viva no norte do Iraque, onde um ministério cristão tem levado o evangelho para aqueles que vivem em campos de refugiados.

"Nós enfrentamos nossos maiores desafios e nossas maiores oportunidades", disse Allan Guinan, diretor sênior de operações internacionais da missão "Leading the Way" ("Liderando o Caminho") ao site 'Christian Today'.

A missão tem trabalhado em campos de refugiados iraquianos, compartilhando o evangelho 24 por dia / 7 dias por semana, via satélite e rádio, discipulando novos crentes e atendendo às necessidades práticas dos moradores. Até esta data, a equipe tem trabalhado diretamente com 7.700 pessoas.

Tendo retornado do norte do Iraque recentemente, Guinan recordou uma conversa que teve com uma mulher no campo de refugiados, que lhe disse: "Agradeço a Deus pelo Estado Islâmico. Eu era uma cristã morna, poderia ir à igreja ocasionalmente, mas agora eu tenho esse relacionamento vibrante com Cristo".

Guinan disse que ficou profundamente encorajado pela fé desta mulher.

"A perseguição, sem dúvida, sem precedentes nos tempos modernos, que foi desencadeada e causou essa migração em massa de pessoas e as coisas horríveis, também trouxeram com ela, um refinamento da fé cristã", disse ele.

"Enquanto vemos esse aumento significativo de perseguição contra os crentes, ao mesmo tempo, isto apresenta uma grande oportunidade para levar a mensagem de Cristo", acrescentou.

"As pessoas estão sendo desafiadas sobre o islamismo, marginalizadas pelo islamismo radical que experimentaram e estão buscando a verdade e muitas respostas".

Falando sobre a forma como a missão "Leading the Way" desenvolve seus trabalhos, Guinan destacou que a ideia é não apenas apresentar do evangelho na teoria, mas também na prática.

"Nós procuramos trazer os holísticos das duas mãos do evangelho. Nós proclamamos e demonstramos o evangelho. A ideia fundamental é que queremos apresentar Cristo às pessoas, tanto em palavra, como em ações", explicou.

O diretor regional da "Leading the Way", George (apelido usado por razões de segurança) disse em um comunicado que Deus está usando a crise no Oriente Médio para se aproximar de seu povo.

"Temos visitadp áreas tão perto de onde o Estado Islâmico está controlando vilas e cidades. Mas o Senhor está trazendo a mensagem de Cristo de volta a esta terra", disse ele.

"Nós nos encontramos tantas famílias que lutam durante os meses de inverno rigoroso que vivem em tendas. Elas estão vivendo em agonia e quando você apresenta o evangelho a elas, você faz a diferença".

"Eu acho que esta terra será exposta ao evangelho mais do em que qualquer outro momento da história. O Senhor é poderoso para mudar muitas pessoas e tem usando grandemente os nossos parceiros da igreja, que realmente estão sacrificando suas vidas pelo Senhor para ver a mudança acontecer".

veja também