Por não negar a fé, crianças foram decapitadas dizendo: 'Nós amamos Jesus!'

Militantes do Estado Islâmico ameaçaram crianças de morte por abandonarem o Islamismo, e ainda assim elas resistiram dizendo: “Não! Nós amamos Jesus! Temos sempre seguido a Jesus”.

fonte: Guiame

Atualizado: Domingo, 7 Dezembro de 2014 as 6:27

Alguns dos mártires desta geração estão entre as crianças e adolescentes. Quando os militantes do Estado Islâmico ameaçaram quatro crianças no Iraque – todas com menos de 15 anos – por abandonarem a fé islâmica, elas declararam corajosamente: “Não! Nós amamos Jesus! Temos sempre seguido a Jesus”.

Andrew White, um sacerdote anglicano que presta assistência humanitária a cristãos perseguidos pelo ISIS, contou sobre crianças cristãs iraquianas que foram ameaçadas por militantes do ISIS a se converter ao Islã, ou então seriam decapitadas.

“Dentre as crianças, todas menores de 15 anos, quatro delas disseram: ‘Não, nós amamos Jesus. Temos sempre amado Jesus. Temos sempre seguido Jesus. Jesus sempre esteve com a gente’”, conta White. “Os militantes disseram: ‘Digam as palavras ao profeta Maomé’, e as crianças disseram: ‘Não, nós não podemos fazer isso’”.

E todos foram decapitados.

"Como você responde a isso?", questionou White. "Você apenas chora. Eles também são meus filhos. Isso é o que estamos passando".

Com informações de Charisma News
www.guiame.com.br

veja também