Portas Abertas prepara líderes para tempos de perseguição em Papua, na Indonésia

Região povoada por cristãos vive o medo da islamização

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Segunda-feira, 12 Janeiro de 2015 as 12:36

Indonésia
Indonésia

O seminário 'Permanecendo Firme Através da Tempestade' foi realizado pela Portas Abertas em Biak, base militar da Indonésia em Papua.

O treinamento prepara as igrejas para reagir biblicamente em tempos de perseguição. Colaboradores da Portas Abertas visitaram a região diversas vezes a fim de construir uma rede de líderes fortalecidos e preparados para possíveis tensões.

Embora Biak seja relativamente estável, estima-se que a proporção de cristãos e muçulmanos tenha mudado de 90% e 10% a 60% e 40%, respectivamente, em apenas uma década. Joko, um ex-muçulmano e ex-oficial militar, compartilhou: "Outros oficiais zombavam de mim. Eu também era discriminado com relação ao salário e promoções por causa da minha fé. Mas esse é o preço de seguir Jesus", explicou.

“Como vocês podem transformar essas ameaças em oportunidades? Vamos transformar essa ansiedade em uma abordagem abrangente e bíblica para compartilhar o evangelho com os muçulmanos que têm migrado para Papua", disse um dos colaboradores da Portas Abertas.

Em Papua, o cristianismo foi abraçado pelos papuas muito antes do Dia da Independência, em 1945, mas o medo da islamização é algo real na região.

veja também